terça-feira, 28 de novembro de 2017

Sátira em três apresentações
“O fidalgo passa por Sevilha e me reconhece. Cuido do casamento dele e, como recompensa por ter conseguido através do meu esforço a sua esposa, ele decide ficar com a minha. Ah não, senhor Conde. Não vai conseguir o que quer!”. Estre trecho, uma fala de Fígaro, explica um pouco a trama, que envolve ainda personagens como Cherubino, o pajem dos condes que, assim como na versão de Mozart, é uma personagem travestida. A atriz e soprano Érika Kallina dá vida a Cherubino. O barítono Gustavo Rocha vive o protagonista Fígaro. Ainda, Luciana Tavares interpreta a condessa; Fellipe Oliveira, o Conde. E Susanna, a mulher de Fígaro, é interpretada por Renata Dourado.

Foto: Karol Kanashiro

As músicas também prometem encantar nesta versão, que contará com uma orquestra de câmara e piano. Se Vuol Ballare, cantada pelo personagem Fígaro; Voi Che Sapete, por Cherubino; Dove Sono, pela condessa; DehVieni Non Tardar, por Susanna, compõem o repertório. Apesar desta ópera ter sido composta antes da famosa O Barbeiro de Sevilha, de Rossini, a versão de Mozart apresenta a continuação da obra adaptada pelo compositor do século 19. 

Serviço
As Bodas de Fígaro
Dias 29/11 (quarta-feira), 1/12 (sexta-feira) e 2/12 (sábado)
Horário: 20h.
Local: Teatro Eva Herz da Livraria Cultura do shopping Iguatemi (Lago Norte).
Ingressos: R$ 20 (inteira). Ingressos à venda no site Ingresso Rápido e na bilheteria da Livraria Cultura.
Informações: 2109-2700.

Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos. 

Todos os conteúdos aqui publicados têm como objetivo a divulgação dos clientes da Baú Comunicação Integrada, portanto, podem ser reproduzidos em jornais impressos, sites, blogs, televisões, rádios e demais veículos de comunicação sem aviso. Pedimos, contudo, que creditem os fotógrafos ao usar as imagens de divulgação. Em caso de dúvidas, não hesite em entrar em contato conosco.

Clipping

A Baú Comunicação Integrada oferece aos seus clientes no final do contrato um clipping. Podemos dizer que o clipping é um processo que consiste no monitoramento constante de matérias jornalísticas, para que sejam coletadas aquelas que fazem menção a uma determinada empresa. Com essas informações devidamente organizadas, é possível elaborar relatórios que auxiliam a empresa a disseminar informações de forma mais planejada, além de serem fundamentais para toda a gestão da informação. Atualmente, as empresas que oferecem esse serviço disponibilizam uma ampla cobertura que pode ir desde os sites e jornais impressos até as rádios e os canais de televisão, isso sem contar no monitoramento de opiniões dos leitores nessas mídias. Dessa forma, é possível que a empresa tome conhecimento de qualquer tipo de veiculação relacionada a ela e acompanhe o desempenho das ações de seu assessor. Fonte: Vinicius Santos, do Dino Blog



Contato
Clara Camarano e Michel Toronaga
61 4101 - 1828 / 1857
Brasília - DF